Logo.jpg
AGRICULTURA

Secretaria da Agricultura inicia distribuição de 200 mil sacas de sementes de milho

Ana Ceron
Foto: Ana Ceron / SAR

Governo do Estado investirá R$ 23 milhões para incentivar a produção de milho em Santa Catarina. Com o Programa Terra Boa, a Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural está apoiando a aquisição de 200 mil sacas de semente de milho, incluindo materiais de alto valor genético que geram um rendimento maior por hectare plantado. A distribuição já iniciou e a expectativa é atender cerca de 50 mil produtores rurais em todo o estado.

"O programa Terra Boa coloca recursos e tecnologias à disposição dos produtores rurais de Santa Catarina e reforça nosso compromisso de seguir investindo no agronegócio catarinense e na agricultura familiar. Estes R$ 23 milhões são mais uma das ações importantes, especialmente para incentivar o plantio do milho e enfrentar a falta do produto que preocupa os produtores e afeta a cadeia produtiva", disse o governador Carlos Moisés.

Santa Catarina é um dos maiores importadores de milho do Brasil. O estado consome aproximadamente sete milhões de toneladas de milho por ano para alimentação animal, sendo que cinco milhões de toneladas são trazidas de outros estados e países. Por isso, um dos grandes objetivos do Terra Boa é incentivar a produção de grãos em Santa Catarina.

"O Programa Terra Boa tem um papel fundamental para incentivar o plantio de milho em Santa Catarina, diminuindo as importações e aumentando a competitividade da nossa agroindústria. O grão é um dos motores da nossa economia é o que faz toda a cadeia produtiva da proteína animal girar. Queremos depender cada vez menos da importação de outros estados e incrementar a produção local. A distribuição das sementes de milho já iniciou e os produtores podem buscar a Epagri do seu município para participarem do Programa", destaca o secretário da Agricultura Altair Silva.

A Secretaria da Agricultura incluiu no Programa o apoio também para a aquisição de milho de alto valor genético, o que gera um rendimento maior por hectare plantado e já representa mais de 70% das sementes retiradas pelos produtores. Com o Terra Boa, o agricultor recebe até cinco sacos de semente e devolve em sacos de milho no próximo ano, com o produto da colheita. O tipo de semente e o nível tecnológico definem a proporção de troca.

"O Programa Terra Boa tem ajudado a viabilizar a aplicação das melhores tecnologias em sementes de milho. O subsídio do Governo do Estado possibilita que pequenos e médios produtores possam implementar lavouras com sementes de qualidade e alta produtividade. O programa também é muito importante quando se fala em correção do solo, pois o Terra Boa tem sido suporte para aquisição de calcário que possibilita a correção do PH no solo, o que é fundamental para obter melhores produtividades. Cabe ressaltar, também, o Kit Forrageiro, que dá apoio significativo, principalmente aos produtores de leites, em relação à semeadura e calagem das pastagens". ressalta o presidente da Cooperativa Regional Agropecuária Vale do Itajaí (Cravil), Harry Dorow.

O Programa Terra Boa é umas das políticas públicas mais tradicionais para o meio rural de Santa Catarina e é resultado de um convênio firmado entre a Secretaria da Agricultura e a Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado de Santa Catarina (Fecoagro).


Programa Terra Boa

Em 2021, serão R$ 56,5 milhões para apoiar a aquisição de sementes de milho, calcário e kits para melhoria de pastagens e do solo, além do incentivo à apicultura e à meliponicultura.

A Secretaria da Agricultura está procurando ampliar a oferta dos itens e o número de produtores atendidos.

O Terra Boa irá incentivar a aquisição de 200 mil sacas de milho; 300 mil toneladas de calcário; 3 mil kits forrageira; 500 kits apicultura e mil kits solo saudável. O Programa terá R$ 5 milhões a mais de recursos e o Governo do Estado pretende ampliar o número de beneficiários. No último ano, foram mais de 70 mil famílias rurais atendidas.




Rua Paraná, 16 - Balneário - Piratuba - Santa Catarina

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados | Empresa Jornal Comunidade Ltda ME