Logo.jpg
ARTIGO

Comércio catarinense vê sinais de otimismo no horizonte, por Ivan Tauffer

Por Ivan Tauffer, presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC)
Foto: Arquivo pessoal

O crescimento nas vendas registrado no dia das crianças, o impulso do e-commerce para a Black Friday agora em novembro e, enfim, o Natal são notícias que permitem olhar com otimismo para os últimos meses de 2020. Sem nunca descuidar das importantes medidas sanitárias para conter a pandemia do Coronavírus, o comércio catarinense vive sinais de uma retomada. Desde o início do ano a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) lançou campanhas como 'Comércio Consciente', disseminando a importância das práticas que podem preservar a saúde dos envolvidos, e 'A gente se reinventa', para estimular o comércio local e fomentar a economia de cada município. E os resultados aparecem.

As vendas no varejo de Santa Catarina para o dia das crianças registraram aumento de 2,90% em relação ao ano anterior, desempenho beneficiado por fatores como liberação do auxílio emergencial, a redução da taxa de desemprego e a taxa de juros baixa. Em novembro, o setor é impulsionado pela Black Friday, tradição internacional que foi incorporada pelo varejo brasileiro e que neste ano será no dia 27, quando as lojas de diferentes segmentos preparam promoções e descontos especiais para limpar os estoques para o Natal.

Em Santa Catarina, a data terá o apoio da plataforma QCompras, uma vitrine virtual lançada pela FCDL/SC para divulgar ofertas e promoções do varejo de cada município. Com um cadastro gratuito, a loja pode divulgar seus produtos, serviços e promoções e receber pedidos dos clientes. Para o consumidor, o acesso é via o site da CDL local. A ferramenta é uma alternativa diante do cenário de pandemia da Covid-19, em que o ambiente de compras virtuais ganhou mais adeptos. Entre janeiro e maio, o e-commerce no país cresceu 60%. Hoje, representa 5,8% do varejo brasileiro e a expectativa é que chegue a 8% até o fim do ano.

Nossas iniciativas ao longo desses últimos meses foram frutos de muitos debates, análises técnicas e discussões coletivas, permitindo que a retomada à vida normal seja viabilizada com o menor desgaste possível. Depois da reação demonstrada, a meta é chegar ao Natal com ainda mais otimismo e esperança.




Rua Paraná, 16 - Balneário - Piratuba - Santa Catarina

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados | Empresa Jornal Comunidade Ltda ME