Logo.jpg
TURISMO

Prefeitura de Concórdia fará estudo de viabilidade para explorar água termal

Cristiano Mortari

O prefeito de Concórdia, Rogério Pacheco, assinou na manhã de segunda-feira, dia 04, o contrato com a empresa Probio Ambiental, que vai realizar um estudo de viabilidade técnica e econômica, para a perfuração de poços e exploração de água termal em Concórdia. A empresa tem 60 dias para apresentar três pontos em que seja possível perfurar poços e instalar empreendimentos. O objetivo, de acordo com a Administração, é fomentar o turismo no município.

Pacheco destaca que a Prefeitura já tem informações de que Concórdia possui pontos em que poços perfurados vão apresentar água termal. "Essa assinatura é um marco. A empresa vai avaliar nossas possibilidades e locais adequados para explorar a água termal. Informações pré-oficiais é de que podemos encontrar aqui, águas com mais de 33 graus", conta. "Então precisamos saber quais os pontos ideais para que os empresários possam explorar", explica. 

O prefeito também comenta que o objetivo não é competir com parques termais da região, mas sim, gerar renda à Concórdia. "Não vamos competir com Piratuba e Itá, por exemplo. Queremos é ter opções de lazer, emprego e renda através do turismo aqui também. Sabemos que temos este potencial e por isso vamos fazer esse estudo. Também teremos outras ações em andamento, como a criação do Plano Municipal de Turismo", relata.

Pacheco adiantou ainda, que já há empresas interessadas em explorar a água termal no município. "Vamos fazer o estudo e colocar as informações à disposição da população, não é a Prefeitura que vai construir algum empreendimento. A gente sabe que há empresas interessadas em investir nessa área turística e nosso papel é apresentar os locais e viabilidade", finaliza.


O estudo: a Probio, que venceu a licitação para realizar o estudo, tem 60 dias para apresentar os locais com possibilidades de perfuração de poços e com viabilidade de implantação de parques aquáticos. "A região tem uma característica de alto potencial de exploração da água termo mineral. Vamos fazer sondagem elétrica vertical, que vai apontar a que profundidade a água termal é encontrada aqui", explica o responsável pela empresa, Luiz Fernando Broetto. "Também vamos apresentar a viabilidade técnica para perfuração, captação da água, revestimento do poço, dimensões e materiais indicados para o trabalho", detalha. 


Os pontos: um geólogo da empresa vai realizar uma análise com uma equipe da Prefeitura para definir onde serão os três pontos de estudo. De acordo com Broetto o estudo de campo inicia nos próximos dias e os pontos serão definidos na próxima semana.



Rua Paraná, 16 - Balneário - Piratuba - Santa Catarina

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados | Empresa Jornal Comunidade Ltda ME