Logo.jpg
ECONOMIA

Prodec habilita mais de R$ 60 milhões em investimentos privados no estado

Mônica Foltran
Foto: Divulgação

Com a estimativa de R$ 63 milhões em investimentos privados para Santa Catarina, quatro projetos de expansão foram habilitados nesta quarta-feira, 24, pelo Governo do Estado, por meio do Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (Prodec). A expectativa é de fomentar cerca de 200 empregos diretos, além de indiretos.

"O Prodec, assim como outros programas de incentivo do Governo do Estado, são fundamentais na promoção do desenvolvimento, pois são o impulso necessário que muitas vezes o empreendedor precisa para tirar o projeto do papel, ou mesmo trazer a empresa para Santa Catarina, investir no estado e gerar emprego e crescimento nas regiões", avaliou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.


Novos Projetos

A sexta reunião do Prodec de 2021, coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), aprovou a expansão de projetos em quatro regiões diferentes do estado. O maior investimento será em Pomerode, com valor de R$ 35 milhões, onde uma empresa que fabrica bombas de fusos e peças de bombas de fusos vai expandir a capacidade produtiva. A ampliação pretende gerar 60 empregos diretos.

O segundo maior investimento habilitado será em Ponte Serrada no valor de R$ 6,7 milhões e criação de 70 empregos diretos. O projeto de expansão é referente à indústria de fibra de vidro e será gradativo, tanto da produção, quanto do desenvolvimento logístico de vendas.

Em Biguaçu, na Grande Florianópolis, com investimentos privados previstos de R$ 10 milhões e estimativa de gerar 56 empregos diretos, haverá a expansão de um parque fabril para o desenvolvimento de novas linhas de produtos.

Por fim, uma metalúrgica localizada em Luiz Alves foi habilitada com investimento de R$ 12,2 milhões também para a ampliação da produção.


Prodec

O programa tem como finalidade conceder incentivo à implantação ou expansão de empreendimentos industriais, que visem produzir e gerar emprego e renda em Santa Catarina. Com as prerrogativas de que o projeto incentive o desenvolvimento das cidades, principalmente as com baixo IDH, gerem emprego por meio da inovação e da sustentabilidade.

"O Prodec possibilita a postergação de impostos equivalente a um percentual pré-determinado sobre o valor do ICMS a ser gerado pelo novo projeto. Ou seja, o empreendedor consegue investir no estado e tem tempo para começar a lucrar, até começar a pagar. Com isso, o estado também ganha, com a geração de empregos e incremento na economia", explicou o diretor de Empreendedorismo e Competitividade da SDE, Carlos Alberto Arns Filho.



Rua Paraná, 16 - Balneário - Piratuba - Santa Catarina

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados | Empresa Jornal Comunidade Ltda ME